Egeu, Teseu ou Minotauro? Quem é você e como está dirigindo sua carreira?

Uma das lendas mais conhecidas da Mitologia Grega é a Lenda de Teseu e o Minotauro. Bom, convido você a partir de agora a revisitar esta lenda e prestar bem atenção aos personagens, pois no final ela irá gerar uma reflexão.

Diz a lenda que o Rei Egeu de Atenas tinha uma dívida com o Rei Minos de Creta. Para pagar sua dívida, Atenas tinha que enviar frequentemente jovens ao sacrifício para serem devorados por um monstro horrível que tinha o corpo de homem e cabeça de touro. A este monstro chamavam Minotauro e ele morava em um labirinto escuro onde aqueles que entravam não saiam com vida. Um belo dia, Teseu, filho do Rei Egeu, inconformado com anos e anos de sacrifício de jovens atenienses se prontificou a ser enviado no lugar de um desses jovens com a missão de matar o Minotauro e livrar Atenas daquela horrível dívida que há séculos perdurava. Quando chegou em Creta ele conheceu uma linda jovem e se apaixonou por ela: era Adriadne , filha do rei Minos.

Ariadne uniu-se à Teseu no plano de matar o Minotauro, afinal não queria que o homem que amava fosse devorado pelo monstro. Ela entregou a Teseu um novelo de lã e uma espada mágica e beijou o amante que destemido entrou no labirinto, matou o Minotauro e conseguiu fugir graças ao caminho marcado pelos fios de lã e então liberta todo povo ateniense da maldição do Minotauro.

Quando pensamos no mundo corporativo, podemos encontrar muitas vezes todos esses personagens. E quando pensamos na nossa carreira até é possível refletirmos quais destes personagens seríamos na forma que estamos conduzindo nossas vida profissional.

Claro, o desejo de muitos seria ser o Teseu ,não? Um profissional corajoso, que atua de acordo com um propósito, lida bem com obstáculos, arrisca-se e tem capacidade de mobilizar positivamente as pessoas ao seu redor à fim de realizar seus sonhos e construir uma carreira de sucesso mas também permitindo que outros também se desenvolvam. O profissional ” Teseu” usa da sabedoria, auto estima e força para traçar um plano e por ele percorre seu caminho bravamente, mesmo com todos os obstáculos.

Bom, mas temos também o Egeu. Ah, o Egeu… O profissional Egeu está acostumado a viver uma vida de sacrifícios, é capaz de entregar seus valores e sonhos em pró do cumprimento da dívida de ter ” um emprego que pague as contas”. Ele até tem consciência de que poderia viver diferente, mas falta coragem, falta assumir riscos, falta iniciativa- ele prefere o comodismo. Em momento de pandemia então? Ah, Egeu , fica quietinho aí porque tem mundo desemprego, o mercado não está bom e é melhor continuar entregando os jovens ao monstro do parar o sacrifício.

Mas e o Minotauro? Ah, te digo que este pode ser bem pior. O profissional Minotauro é aquele que nem tem consciência do que está acontecendo com a própria vida e nem pensa em seu destino. Ele apenas vive o hoje. É alimentado, busca suprir suas necessidades básicas e viscerais. Ele não perde tempo, porque ele não pensa. Ele não tem sonhos. Ele deixa que a vida o leve e não consegue entender que no labirinto da vida existirão Teseus que irão mais longe e Egeus que podem ser obstáculos. O pobre do Minotauro só faz é se alimentar da rotina e arriscar-se que a espada da vida lhe corte os dias de amanhã.

Quem é você nesta história? O que você está fazendo com seus sonhos e sua carreira?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.